sábado, 22 de novembro de 2008

2008 - Uma Apnéia no Espaço

Foi só eu ou alguém mais dormiu 2008?
Eu sei que eu sou a ultima pessoa que deveria estar fazendo essa piada, afinal, eu sempre gostei de musica que faz a gente dormir, mas o meu problema vai além da musica. Eu não me incomodo com sussurros, palminhas no fundo ou qualquer outra coisa assim, eu até gosto, agora diga você, quantos oclinhos de aro preto vão ter que se quebrar pras pessoas perceberem que a Mallu Magalães deveria estar brincado de boneca na APAE ao invés de estar fazendo shows e namorando caras que tem idade pra ser pai dela?
Quando eu descobri o Myspace dela eu ouvia quase todos os dias. A musica é legal, ela tira umas fotos descoladas e blábláblá, mas depois de vê-la nas suas entrevistas mais clássicas, no Jô e no Altas Horas você se pergunta: QUEM SÃO OS PAIS DESSA MENINA QUE DEIXAM ELA SAIR DE CASA TÃO TARDE??? Poxa, paciencia tem limite. Desenhar pessoas da platéia enquanto se está nos bastidores e depois entregrar o desenho em rede nacional... aí já é demais. Já não fossem os pais desnaturados o suficiente deixando ela faltar a escola, ainda por cima deixaram ela namorar com o vocalista do Vanguart!!! olhem a cara desse indivíduo!!!!! E sabem qual a ultima do S2 da nossa queridinha? Ela está apaixonada pelo Marcelo Camelo!
Ah, o Marcelo Camelo (chegamos na parte do post que mais me dói escrever)... O cara que sempre foi meu integrante favorito da minha banda favorita lançou esse ano o cd "Sou" que, apesar do que dizem, pra mim, é um cd muito bom, mas convenhamos, o cara já tem 30 (trinta) anos, quando ele vai perceber que esse negocio de explorar o "não que eu me importe, mas é que ninguém se importa comigo" só serve pra deixar a juventude babaca ainda mais babaca?
Pelo amor de D*us, com 11 anos de carreira e 5 álbuns lançados agindo assim, mesmo sendo um gênio dá musica, ele tem mais é que namorar com Mallu, mesmo.
Nunca parando de adorar o Folk, o Indie, o Rock Alternativo e todos esses rótulos (coisa que não precisava existir) eu tive que escrever esse post depois de ter minha ultima decepção quanto ao estilinho "sou a nova geração". Vasculhando essa coisa linda que é a internet, descobri a bonitinha da Stephanie Toth enquanto procurava coisas parecidas com Elliott Smith. Entrei o Lastfm dela e me agradei muito das musicas, mas foi só eu procurar saber um pouco mais sobre ela que eu encontrei ISSO. Assim não dá, no meio da materia me deparo com a declaração: “Amo fotografar, mas só com câmera de filme. Odeio digital, acho péssimo." PORRA!! Quer algo mais "Eu amo discos de vinil, mas por favor, comprem minhas musicas no itunes e coloquem de toque dos seus celulares" do que isso?
Por isso que eu repito: Assim não dá!
Porém, se você, assim como eu, vai deixar de lado a vida dela e relevar apenas a musica, eu encotrei alguma coisa dela pra download e vou disponibilizar logo abaixo!
Enjoy!

Stephanie Toth - 2008

01 - 2:45am
02 - Book B
03 - Far From France
04 - Grey Is The New Green
05 - So Much Longer


10 comentários:

Mauro Vaz­ disse...

inconsequente, não sabem o que falam, mas a musica é realmente agradavel! nessa idade da pra se entender tanta asneira falada.

Jessiely Soares disse...

A música da Mallu, é suportável. Veja, suportável. Cantando com o Camello eu revi minha posição e passei a me agradar da moça...

Revi minha posição depois de assisti-la no (you tube) programa do Jô.

Mas, mudando de assunto...

Mudei de carreira, Salvador?
:)

Don Leon disse...

eu gostava dela, mas a participação no cd do camelo ESTRAGOU a música. desde então, acho ela só mais uma pessoa que não consegue falar sem gaguejar.

Robert Snows disse...

Acho que esse hype brasileiro atual é a primeira vez que as pessoas conseguem se auto-esteriotipar sem ter um rótulo específico. Que porra é essa, indie, folk, cult??

É um reflexo da mediocridade capitalista quando a nova onda do momento é imitar 100% a velhice sem criar nada.

E bah, não vou ouvir essa guria, mas com certeza é a novidade mais poser que eu já vi na vida. “Amo fotografar, mas só com câmera de filme". "Stephanie diz ser uma admiradora dos discos de vinil", mas quando ela nasceu já não se usava isso faz horas. Se as declarações já são fake dessa maneira, imagina a música.

Mas no final é só um hype sem nome. Daqui a 5 anos o cool vai ser se dizer influenciado por Ace Of Base e Roxette, aí se pá eu consigo fazer uma banda!

E o Marcelo Camelo sofre do mesmo mal do Gilberto Gil: gastam todo o senso crítico pra compor. Aí na vida pública fazem merda, como tocar com Sandy & Junior, Ivete Sangalo...

Robert Snows disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Robert Snows disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
(Salvador) disse...

pois é, eu ratiei, deveria ter botado Indie Rock!

(Salvador) disse...

vou até trocar

(Salvador) disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Robert Snows disse...
Este comentário foi removido pelo autor.