sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Etno - Revolução Silenciosa

A banda de Brasilia canta em vários idiomas, o que achei por um lado legal e por outro nem tanto (pois misturam em uma só musica mais de um idioma). As letras em geral são boas, pelo menos com uma certa atitude e com críticas legais. Em uma entrevista que li com a banda, foi perguntado a eles se ele se incomodam por comentarem da semelhança do som deles com a banda System Of a Down (SOAD), e claro que ele respondeu que não, dizendo que SOAD é uma grande banda portanto não deveria ficar zangados com os comentários. Bem eu não acho nada parecido com SOAD, mas NADA mesmo, ta mais pra O Rappa ou até mesmo Tihuana, mas mesmo assim achei bem legal.
Vou falar um pouco de cada música para deixar as coisas mais explicadas...
Na primeira faixa "Siglos", começa com um inicio calmo e sendo cantada em espanhol, logo entra um refrão mais agressivo seguido de uns "ahahahhh ahahahhhh" de música árabe (o que talvez as pessoas achem semelhante ao SOAD) e depois a música segue em português.
Em "A Mesma Dor", da pra se ver a tal semelhança que eu tinha comentado com O Rappa, ela é toda em português. Porém achei melhor que O Rappa, haha.
Na terceira faixa "Equilíbrio", cantada em espanhol, talvez aqueles mesmos que viram semelhança com o SOAD nos gritos árabes, talvez também achem o início dessa faixa semelhante.
"Revolução Silenciosa" é a faixa título do disco, e uma das que mais gostei, toda em português. Ainda lembra um pouco O Rappa, mas mais pesado e sem as raízes reggae que O Rappa possui.
Logo vem "Mito", achei a menos relevante, a mais chata talvez, mesmo assim não é ruim, e mesmo não querendo ser repetitivo (já sendo), mais uma vez uma semelhança com O Rappa e Tihuana.
A sexta faixa é "Recall", é cantada em inglês, acho que a mais pesada do álbum e a que certamente mais gostei.
Depois vem "Guerra Sem Fim" cantada em português. A descrição que eu daria para essa faixa não mudaria muito da faixa título, um Rappa mais pesado.
E por fim "Moit Et Le Monde", faixa cantado por partes em francês e partes em português, da pra se dizer que é uma mistura de Pleymo com adivinha o que... O Rappa.
Sei que esse deve ter sido o post mais chato que todos ja viram, mas não sabia direito como escrever sobre a Etno. Desculpem.



01. Siglos
02. A Mesma Dor
03. Equilíbrio
04. Revolução Silenciosa
05. Mito
06. Recall
07. Guerra Sem Fim
08. Moi Et Le Monde

Baixar? AQUI!

3 comentários:

AquariuS disse...

To pra baixa, assim que eu termina de baixa uma discografia aqui :D

Batecabeça disse...

pow, será mesmo que é bom?

só tem um jeito de descobrir né? to baxando o/

abs!

Mauro Vaz­ disse...

aham, eu achei bem legal, ainda mais pra ser uma parada meio new metal e ser nacional.
depois que escutarem falem o que acharam ;)