sábado, 2 de janeiro de 2010

Meshuggah

Por meio do Sybreed acabei conhecendo a banda Meshuggah. Minha amiga "Dessa", mais conhecida por "elehtrika" me mostrou a banda assim que mostrei a ela uma música do Sybreed. Acabei escutando a música "Bleed" do último album, o "obZen" de 2008. Mostrei para algumas pessoas, e maior parte não gostou. No post do Sybreed se não me engano falei que a banda era a mais pesada talvez postada, mas acho que o Meshuggah agora ganhou esse "troféu".
Conheço pouco a banda, eles começaram em 1987 (tipo, a banda tem a mesma minha idade!), são Suécos, já passou por algumas reformas de integrantes, porém cada vez melhorou mais, foi mais ou menos igual a vinho. Os destaques maiores da banda são o guitarrista Fredrik Thordendal (já muito reconhecido no cenário mundial referente ao metal, e o baterista "fodástico" Tomas Haake, que toca muito, mas muito mesmo! (nesse video da pra ter uma noção da técnica do baterista e do baixista Dick Lovgren também)
No wikipedia há algumas informações que nunca imaginava, mas a que mais me chocou foi a de que "Mike Portnoy, baterista da banda Dream Theater, disse ser um enorme fã da banda e durante a gravação dos álbuns, ele diz que sempre re-escuta a banda para se inspirar." Inspiração para Mike Portnoy? O "bagulho" é bom mesmo! haha.

Estou aqui então disponibilizando o album "obZen" de 2008, destaco as músicas: "Bleed", "obZen" e "Pravus".

01. Combustion
02. Electric Red
03. Bleed
04. Lethargica
05. obZen
06. This Spiteful Snake
07. Pineal Gland Optics
08. Pravus
09. Dancers To A Discordant System

Download AQUI!
Opção 2: AQUI!
Opção 3: AQUI!

3 comentários:

Felipe Melo disse...

Embora seja uma banda bem conhecida no cenário metalcore, nunca curti seu som, mesmo gostando muito do estilo. Como conheço pouca coisa, nem vou opinar sobre o som (mas esse CD não me agradou muito não, mas não é ruim). Só vim dizer 2 coisas:

1 - Ainda acho "Confronto" a banda mais pesado do blog;

2 - Não sei conhecem uma banda chamada "Alter Bridge", com os ex-integrantes do Creed, sem o vocalista. Vale a pena conferir, um som não muito pesado, mas com muita intensidade e punch, e excelente trabalho de guitarra e vocais. (NÃO é um novo Creed, estilo diferente. Achei melhor). Confiram o CD "Blackbird".


Abraços!

Mauro Vaz disse...

É, só não é Metalcore! haha.

Bruno disse...

Meshuggah é Metalcore??? onde???